Projeto de Malheiros possibilita acesso a dados cadastrais de doador de medula óssea

Jurandyr Bueno
Notícias

O médico e deputado federal Dr. Sinval Malheiros (Podemos-SP) é autor de projeto de lei que possibilita a gestores do Redome (Registro Brasileiro de Doadores de Medula Óssea) e de hemocentros do País acesso a dados cadastrais de usuários de empresas de telefonia, órgãos públicos e planos de saúde para a obtenção de endereços e números telefônicos atualizados de doadores de medula óssea.

“A doação de órgãos é mais do que um ato de coragem, é um ato de amor, é a essência da ajuda ao próximo. Quero destacar a importância dessa proposta, que tramita na Câmara dos Deputados, que recupera para o banco de informações um milhão e meio de pessoas que fizeram seus cadastros”, diz.

“O Brasil conseguiu estabelecer o Redome, um sistema criado pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) para registrar as informações de possíveis doadores de medula óssea. O sistema facilita as buscas de compatibilidade com receptores”, explica Malheiros.

O texto do médico e deputado autoriza gestores do Redome e dos hemocentros a terem acesso, mediante requisição formal, a dados cadastrais de usuários de empresas de telefonia, órgãos públicos e planos de saúde, para a obtenção de endereços e números telefônicos atualizados de doadores de medula óssea, recuperando as pessoas que mudaram dados de contato após o cadastramento no registro de doadores.

“Falhando a tentativa de contato direto, poderão ser requeridos nomes e números de telefone de parentes em primeiro grau dos doadores. As informações deverão ser fornecidas em no máximo 72 horas do recebimento da requisição, importando o descumprimento em multa no valor de um salário de referência por dia de atraso”, explica Dr. Sinval Malheiros.

Na região de São José do Rio Preto, Malheiros conta com importante apoio do capitão da Polícia Militar Anderson Ferreira Nunes, responsável pela campanha Batalha pela Vida, que conscientiza sobre a doação de medula óssea no Noroeste paulista.

Para Nunes, é um desperdício deixar de salvar vidas simplesmente porque não se localizam os doadores. “A campanha Batalha pela Vida, agora com o apoio do deputado Dr. Sinval, se revigora com a proposta. Há anos lutávamos para que isso acontecesse. Trata-se de uma iniciativa que nasceu aqui, em Rio Preto, e que será propagada para todo o País por meio da Semana de Mobilização Nacional para Doação de Medula Óssea. É um conjunto de ações que, além de salvar muitas vidas, levará esperança para milhares de brasileiros que sofrem aguardando por doadores compatíveis”, diz o oficial.