Jozi Araújo parabeniza aprovação de projetos na área de Segurança Pública

Alisson Esteves
Notícias

A deputada Jozi Araújo (Podemos-AP), em discurso no plenário da Câmara, parabenizou deputados e deputadas pela deliberação de matérias fundamentais para a Segurança Pública.

Assinalou que os projetos aprovados são importantes para aprimorar o combate à criminalidade, que assume proporções cada vez mais alarmantes no País.

“Demos um grande passo ao priorizar esta agenda. Entretanto, tudo que estamos fazendo ainda é pouco perto dos números estarrecedores da violência a que o povo brasileiro está submetido no seu dia a dia. Recentemente, tomamos conhecimento do Mapa da Violência elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Os dados apontam que em 2016 foram mais de 60 mil pessoas assassinadas no País, aumento de quase 4% em relação ao ano anterior. Isso significa que 7 pessoas foram mortas a cada hora, senhores e senhoras, a cada 9 minutos um irmão brasileiro perde a vida. De acordo com o mesmo estudo, o número de estupros cresceu 3,5% no País de 2015 para 2016, chegando a um total de 50 mil ocorrências em 2016. Ou seja, cerca de 135 estupros por dia, um estupro a cada 5 horas. Estamos falando de número de casos relatados. Pergunto: quantas mulheres, realmente, são estupradas diariamente no Brasil? Posso afirmar que a maioria não denuncia seus agressores, quer seja por vergonha, por medo, por falta de informação, ou mesmo pela falta de estrutura das delegacias para acolher a mulher agredida no seu sentido mais profundo.”

A parlamentar afirmou que, mesmo com a Lei Maria da Penha e com a tipificação do feminicídio, as mulheres continuam vítimas de violência só vista em países em guerra. Jozi questionou seus pares: “Vamos ficar inertes e indiferentes frente a esses estarrecedores números? Para que fomos eleitos?”, acrescentando: “Temos a obrigação de continuar a buscar caminhos para solucionar esta absurda situação”.