Ezequiel Teixeira quer proibir radares em vias urbanas com risco de violência 

Tatiana Soares
Notícias

Diante do aumento da violência urbana, a instalação de equipamentos eletrônicos para monitorar a velocidade nas vias públicas tem se tornado uma ameaça para a população. Muitos radares são instalados apenas com intuito de aplicar multas, sem observar os riscos que os motoristas eventualmente podem sofrer quando há redução de velocidade nas vias.

Atento não somente ao caráter pedagógico dos radares, mas afim de preservar a segurança, o deputado federal Ezequiel Teixeira (Podemos-RJ) apresentou o Projeto de Lei 6491/16, propondo que esses equipamentos não sejam instalados em vias urbanas com alto índice de violência. No caso dos já existentes, a proposta determina que o Executivo, em conjunto com Estados e municípios, realize estudos para a retirada gradual dos mesmos.

“Nossa proposta não quer incentivar o aumento da velocidade ou induzir os condutores a cometerem infrações, como avanço de sinais de trânsito, por exemplo. O que se pretende é a preservação do direito à vida e a integridade dos motoristas. Considero inaceitável a situação enfrentada pelo cidadão, que não tem escolha, ficando entre ser roubado ou receber multa para preservar a vida e a integridade de sua família”, justifica Ezequiel Teixeira.