Em audiência pública Aluisio Mendes debate sobre telefonia móvel no Maranhão

Débora Arruda
Notícias

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara Federal promoveu audiência pública nesta quarta-feira (06) para discutir os serviços prestados pelas operadoras de telefonia móvel no Maranhão. A reunião extraordinária foi presidida pelo deputado Aluisio Mendes (PODE), autor do requerimento da audiência, e contou com a participação do presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Quadros, e de representantes das operadoras Claro, Vivo, Tim e Oi, e do PROCON-MA.

“Debater esses problemas e buscar um entendimento junto às empresas é fundamental. Todos as questões citadas como motivos da má qualidade dos serviços não podem justificar os prejuízos sofridos pela população. Vamos continuar acompanhando, pois o maranhense paga caro pelos serviços e tem o direito de ser bem atendido”, enfatizou Aluisio Mendes.

Entre as várias explicações, dois problemas foram citados pelas operadoras como justificativas para as interrupções do sinal da telefonia móvel: a oscilação de fornecimento de energia elétrica no Maranhão e a demora na votação de projetos que modernizam e regulamentam a telecomunicação, que estão parados no Congresso.

Aluisio Mendes ressaltou que a telecomunicação deve ser tratada com atenção pelo governo. Hoje o Brasil tem 244 milhões de linhas ativas, isso significa que os serviços precisam ser melhores para atender com qualidade a essa demanda e alcançar as pessoas que ainda não têm acesso à telefonia móvel.

“Se um dos problemas for a energia elétrica, vamos cobrar providências dos responsáveis. E se há problemas com a legislação ou regulamentação de impostos, faremos um acompanhamento rigoroso de todos os projetos que versam sobre telecomunicação, tornando possível sua tramitação”, assegurou Aluisio Mendes.